Páginas

E quem disse que a natureza não está presente nas cidades?

O objetivo do UrbAnimals é exatamente esse: Dar uma visão que geralmente passa despercebida por todos diante de tanto trabalho e correria. A vida animal está presente tanto em nossos quintais como em parques e zoológicos.


O tema dos animais urbanos foi escolhido por mim não só pela certa dificuldade em ser estudante e viajar à procura de outros animais, mas também por se tratar de um tema importante, que mostra o quanto o homem já interferiu na vida do planeta, e como a natureza está se adaptando a isso.


Como futuro biólogo, tento aprender e difundir esse conhecimento cada vez mais, para que o homem entenda melhor cada uma dessas belas criaturas e aprenda a viver em harmonia com elas, trazendo assim um mundo melhor para todos, um mundo melhor para a vida.

Surpreenda-se. De cães a elefantes, de peixes a morcegos, o UrbAnimals vai te levar ao mundo de cada um deles.

Um grande abraço, Thom Girotto.

16 de abril de 2010

Enquanto isso, no jardim...

Eu demorei para postar algo novo, mas tenho material fresquinho!

Fiz esse vídeo ao 'resgatar' uma minhoca que estava debaixo da rampa que dá acesso ao tanquinho do A.J.(minha tartaruga).



As minhocas são seres simples que exercem um papel muito importante na natureza.

7 de abril de 2010

Vida no Tietê!

Pois é, quem mora na capital pensa que o nosso conhecido Rio Tietê não apresenta condições para a vida, e em certo ponto essa informação até que é verdadeira, ou quase isso. Agora, você acredita que os peixes que ali vivem além de serem comercializados no Brasil, são vendidos para fora do país?

A vida existe, a 500 km da capital, e é um dos pólos piscicultores do país. Cerca de 30 fazendas de engorda e reprodução de tilápia foram instaladas no Tietê nos últimos cinco anos. 3 toneladas de filés frescos são embarcados para Nova York toda semana. A população paulista consome semanalmente uma média de 200 toneladas de tilápias que viviam no Tietê!

Esse é mais um exemplo de que a vida ainda vence até mesmo no Rio Tietê, que aparentemente é um local totalmente inapropriado para ela.

O piscicultor Rodrigo Xavier com uma tilápia-vermelha, criada no Rio Tietê na cidade de Santo Antônio do Aracanguá.

Fonte: http://www.estadao.com.br/