Páginas

E quem disse que a natureza não está presente nas cidades?

O objetivo do UrbAnimals é exatamente esse: Dar uma visão que geralmente passa despercebida por todos diante de tanto trabalho e correria. A vida animal está presente tanto em nossos quintais como em parques e zoológicos.


O tema dos animais urbanos foi escolhido por mim não só pela certa dificuldade em ser estudante e viajar à procura de outros animais, mas também por se tratar de um tema importante, que mostra o quanto o homem já interferiu na vida do planeta, e como a natureza está se adaptando a isso.


Como futuro biólogo, tento aprender e difundir esse conhecimento cada vez mais, para que o homem entenda melhor cada uma dessas belas criaturas e aprenda a viver em harmonia com elas, trazendo assim um mundo melhor para todos, um mundo melhor para a vida.

Surpreenda-se. De cães a elefantes, de peixes a morcegos, o UrbAnimals vai te levar ao mundo de cada um deles.

Um grande abraço, Thom Girotto.

12 de junho de 2010

Pássaros urbanos! - parte 3

Mais exemplos das aves que podem ser encontradas com facilidade em nossas cidades são esses:

O cambacica é uma avezinha muito parecida com o bem-te-vi principalmente por suas cores, porém é bem menor, e eles não são parentes tão próximos. O macho e a fêmea não se diferenciam por padrões de plumagem. Alimentam-se de néctar, frutas e artrópodes. O que atrai esse pássaro na cidade é a facilidade de encontrar comida em bebedouros e comedouros.


O sabiá-barranco é o sabiá mais comum do cerrado. É bem parecido com o sabiá-poca, e vive à beira de matas, parques, matas, coqueirais e cafezais. A espécie não apresenta dimorfismo sexual (diferença física entra macho e fêmea), mas somente o macho canta. Come basicamente minhocas e pequenos artrópodes e invertebrados, e assim como muitos pássaros, não recusa frutos.

Sabiá-barranco se alimentando de um abacate, Parque Severo Gomes.


O periquito-rico (Brotogeris tirica) também é conhecido como periquito-verde e maritaca. É uma das espécies classificadas como endêmicas na lista de espécies do Parque Severo Gomes, ou seja, é uma ave nativa da região. O Brasil é o país onde há o maior número de exemplares da família Psittacidae, que são os periquitos, araras e papagaios. Os 'pontos verdes' como praças e parques e a comida atraem essa ave verde para os centros urbanos.


Romã, um dos frutos que tenho no quintal e que atrai algumas das espécies de pássaro que mostrei. Outro fruto facilmente encontrado que atrae um número grande de pássaros nas cidades é o famoso coquinho, fruto que dá em palmeiras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário