Páginas

E quem disse que a natureza não está presente nas cidades?

O objetivo do UrbAnimals é exatamente esse: Dar uma visão que geralmente passa despercebida por todos diante de tanto trabalho e correria. A vida animal está presente tanto em nossos quintais como em parques e zoológicos.


O tema dos animais urbanos foi escolhido por mim não só pela certa dificuldade em ser estudante e viajar à procura de outros animais, mas também por se tratar de um tema importante, que mostra o quanto o homem já interferiu na vida do planeta, e como a natureza está se adaptando a isso.


Como futuro biólogo, tento aprender e difundir esse conhecimento cada vez mais, para que o homem entenda melhor cada uma dessas belas criaturas e aprenda a viver em harmonia com elas, trazendo assim um mundo melhor para todos, um mundo melhor para a vida.

Surpreenda-se. De cães a elefantes, de peixes a morcegos, o UrbAnimals vai te levar ao mundo de cada um deles.

Um grande abraço, Thom Girotto.

31 de janeiro de 2012

Diário de Minas Gerais: Fazenda

15/01/2012 - Na casa dos avós do Marcus, que foi onde ficamos, havia um ninho sobre a parreira! Mais um exemplo de adaptação urbana da vida animal (logo mais, postarei um vídeo sobre a pombinha e seu ninho).

 Eles disseram que o casal de pombas-de-bando que dele cuidavam, se revezavam e ficavam nele mesmo com toda a chuva que estava caindo nos últimos tempos.


 Fizesse chuva ou sol, frio ou calor, as pombinhas estavam sempre no ninho. Será que os filhotes iriam nascer, ou todo esse esforço seria em vão? Só mesmo com o passar do tempo para descobrir. 

Após registrar a simpática avezinha, comemos, nos vestimos à caráter e fomos a uma fazenda, no bairro Pimentas.

 Em cima da caminhonete, olha só o que encontramos: um belo besourinho! A Ordem Coleoptera, que reúne todos os besouros, é a que possui o maior número de espécies dentre os seres vivos. São cerca de 350 mil!


 Na fazenda, o céu escuro não me impediu de registrar esse lindo casal de jandaias, aves muito comuns por ali.


 Os canários-da-terra também são típicos. Avistar um lá é como avistar um pardal aqui em São Paulo.


 Os pintinhos da fazenda estão sempre correndo, mas até que não foi difícil pegar esse carinha!

Trocadilhos à parte, foi bem divertido pegar esse pintinho!

 Cupinzeiro. Vou falar mais dele no vídeo desta mesma postagem!


 E pra quem acha que é fácil se aproximar desse bando aí, que fique registrado também no vídeo como não é!


 Esses bezerrinhos são muito desconfiados, e sempre se mantém todos juntos.


 É, desse aí do meio eu não quis me aproximar tanto quanto dos bezerrinhos... É um touro da raça Nelore, conhecida pela sua agressividade! 


E assim terminou nosso dia na fazenda do Zé Aguiar e da Leonor, com promessa de volta para comermos o único almoço que ela faz! Ê comida mineira, boa demais!

Agora, um vídeo que fala um pouco sobre os cupinzeiros, além da minha incrível performance de aproximação diante do bando de bezerros. Confira!




Continue acompanhando o Diário de Minas Gerais no UrbAnimals!

27 de janeiro de 2012

Diário de Minas Gerais: A viagem

14/01/2012 - Nosso dia começou com mais uma manhã calma e muito divertida no ateliê Casa e Jardim, com nosso querido professor Paolo Quaglio. 

 Nos despedimos dele, colocamos as malas no carro e partimos rumo às Gerais.

Na estrada, Robert, o famoso motorista, avistou um cavalo 'diferente' em um pequeno estábulo, e resolveu parar para confirmar se era mesmo o que tinha visto:

 E de fato era! Com a crina espessa, corpo musculoso e principalmente as características manchas, não nos restaram dúvidas:  Um potro Appaloosa! 




O nome dessa raça de cavalo vem do Rio Palouse, nos EUA, que corta a região de Nez Perce, onde esses cavalos se tornaram ideais para a caça e guerra, graças a processos de seleção e desenvolvimento promovidos pelos índios.

A estrada mineira estava cheia de girassóis, que muitas vezes são plantados para que ocorra uma melhoria do solo na região.


 Mais uma vez, pudemos observar nossas queridas polinizadoras em pleno 'serviço'.


E mais adiante, ainda na estrada, tivemos uma infeliz surpresa: Essa lindíssima e sadia jiboia havia sido morta e deixada ali, no meio da estrada.

 Acidentes com animais nas estradas são frequentes, mas o que nos deixou realmente tristes é que essa cobra não foi de fato atropelada; Ela apresentava apenas a cabeça deformada, com a mandíbula inclusive um pouco exposta, o que me fez concluir que provavelmente foi uma morte proposital, provocada por um golpe direcionado à cabeça do animal.

 É por isso que é sempre bom mostrar as cobras, pois muitas vezes elas são mortas por falta de conhecimento; A jiboia é uma serpente constritora, não-peçonhenta, que auxilia o homem na luta contra os pequenos roedores, pragas tanto na cidade quanto no campo. 

 Agora, essa linda cobra servirá apenas para transmitir o conhecimento, na tentativa de acabar com o medo e preconceito em relação às cobras. Esse animal, assim como qualquer outro, não deve ser temido, e sim respeitado.


Passamos por São Sebastião do Paraíso para tentar encontrar um bando de garças-vaqueira, e tivemos outra triste notícia: As árvores onde essas aves ficavam haviam sido cortadas, e o bando se mudou dali.

 Mas nada disso nos desanimou, pois sabíamos que uma hora ou outra iríamos encontrar alguma coisa interessante nessa viagem. E foi com essa bela paisagem rural que eu me despedi do dia em que partimos de São Paulo e chegamos a Minas Gerais.

Continue acompanhando o Diário de Minas Gerais no UrbAnimals!

26 de janeiro de 2012

Diário de Minas Gerais: Vai começar!

Pois é, voltamos ontem às 23 horas para a capital paulista, após passar dez dias no Paraíso! Foram muitas buscas e surpresas durante a viagem inteira, e acho que a busca pela aranha Nephila vai ter que esperar um pouco mais, pois consegui material DE SOBRA!


E uma notícia ótima coincidiu com a nossa volta: Ontem, dia 25, foi o último dia antes da lei que proíbe a distribuição de sacolas plásticas nos mercados da cidade de São Paulo entrar em vigor. Mais uma vitória em prol do Meio Ambiente!


O UrbAnimals está de volta a São Paulo, e logo mais o Diário de Minas Gerais vai começar!

18 de janeiro de 2012

Desafio Animal: Aranha Nephila

As aranhas do gênero Nephila são conhecidas pelo seu tamanho, e principalmente, pelo tamanho e simetria de suas teias, tão resistentes que capturam pássaros algumas vezes.





Essa foto foi tirada no Parque Severo Gomes, e mostra uma 'pequena' Nephila em sua teia. O Desafio Animal UrbAnimals do mês de janeiro ou fevereiro (dependendo da sorte) vai ser encontrar uma Nephila, para que eu possa levar essa tão bela criatura para o blog, desvendando alguns mitos sobre aranhas, e mostrando mais uma vez o quão bela a Natureza pode ser. Será que vamos encontrá-la aqui em Minas Gerais, ou será em São Paulo mesmo?

8 de janeiro de 2012

UrbAnimals em Minas Gerais - em breve.

Para começar o ano muito bem, anunciamos hoje que o UrbAnimals vai até Minas Gerais outra vez! Viajamos dia 14, sábado, e já sabemos que nessa viagem, os registros da Natureza são garantia!

O que será que vamos encontrar? Estou ansioso para descobrir desde já! Fique ligado no UrbAnimals, pois mesmo em MG, continuaremos postando muitas novidades no blog, antes, durante, e é claro, após a viagem.

4 de janeiro de 2012

Gaiolas: Liberte-se desse mal.

A infeliz realidade é que muitos bichos são capturados da natureza para serem vendidos como animais de estimação, mas não se pode culpar aqueles que vivem disso. 
A verdadeira culpa é das autoridades, que deveriam lhes dar o conhecimento e recursos necessários para conseguir outras formas de ganhar a vida, além de promover punições mais severas a esse tipo de crime contra o meio ambiente.



Agora, sem condições de voltar para o meio, esses dois servem como embaixadores, exemplos para incentivar a conservação e o cuidado com a natureza.