Páginas

E quem disse que a natureza não está presente nas cidades?

O objetivo do UrbAnimals é exatamente esse: Dar uma visão que geralmente passa despercebida por todos diante de tanto trabalho e correria. A vida animal está presente tanto em nossos quintais como em parques e zoológicos.


O tema dos animais urbanos foi escolhido por mim não só pela certa dificuldade em ser estudante e viajar à procura de outros animais, mas também por se tratar de um tema importante, que mostra o quanto o homem já interferiu na vida do planeta, e como a natureza está se adaptando a isso.


Como futuro biólogo, tento aprender e difundir esse conhecimento cada vez mais, para que o homem entenda melhor cada uma dessas belas criaturas e aprenda a viver em harmonia com elas, trazendo assim um mundo melhor para todos, um mundo melhor para a vida.

Surpreenda-se. De cães a elefantes, de peixes a morcegos, o UrbAnimals vai te levar ao mundo de cada um deles.

Um grande abraço, Thom Girotto.

24 de junho de 2011

UrbAnimals em MG! - O espaço rural

A ação antrópica, na maioria dos casos, é prejudicial para o meio. A questão é que estamos cada vez mais ampliando o grau dessas ações, e em muitos casos ela já se tornou irreversível e destrutiva.
Apesar de tudo isso, a natureza sempre arruma uma maneira de se adaptar e coexistir com ela, nos presenteando com sua beleza. 

Confira uma série de imagens que mostram bem essa combinação.

 As pastagens são um grande aliado do desmatamento. Com a necessidade de se criar mais gado, é preciso desmatar cada vez mais florestas para que virem pastagens.

 Uma típica paisagem rural: Estrada de terra, arame-farpado e muito verde!

 
A natureza sempre consegue dar um jeito. À beira da estrada, essa árvore abriga três ninhos de joão-de-barro.

 
 As plantações também necessitam de cada vez mais espaço, o que faz com que haja cada vez mais desmatamento e, após o uso do solo, seu apobrecimento.

Além de vistas como essa, as matas nos oferecem uma série de recursos, como medicamentos e alimentos.

12 de junho de 2011

UrbAnimals em MG! - Foto animal!

Esta bela foto mostra a manhã no campo, tão perfeita, tão natural. As aves retratadas são anus-brancos (Guira guira), o bando se assustou com nossa presença e nos deu essa imagem incrível.

 

Essa foto serve para mostrar o quão linda é a natureza e como ela interage com o homem (há um enorme milharal à esquerda) em harmonia. Também serve para nos alertar, pois se continuarmos expandindo o nosso 'progresso' sem considerar a natureza, imagens como essa desaparecerão para sempre, como já aconteceu em muitos outros lugares.

Salve a Natureza!

5 de junho de 2011

Ligação Homem-Animal: A gatinha Micha

Gostaria de prestar uma homenagem, uma lembrança à minha querida 'gatinha de telhado', que foi atropelada na noite de anteontem para ontem. Infelizmente, quando o gato é livre, apesar de sê-lo, está sujeito a uma série de fatores, como atropelamentos, doenças e até mesmo maldades.

Batizada carinhosamente de Micha por minha mãe, a gatinha ganhou nossos corações, mesmo com suas provocações que geravam latidos incontáveis. Quando vinha pedir comida, algumas vezes a trazia para dentro de casa, onde brincava e dormia. Com três cachorros aqui em casa, não tinha a mínima condição de trazê-la para viver em casa, principalmente pela reação que as três tinham quando avistavam a gatinha no telhado.


Mas principalmente, nessa postagem, gostaria de ressaltar a importância de um animal em nossas vidas. A alegria que ela nos trazia quando aparecia miando no telhado, quando pedia carinho com sua pata, as caçadas no telhado que já foram presenciadas por mim, tudo isso e muito mais exaltam a falta que ela fará, mesmo quando fazia as cadelas latirem cedo e acordar a casa. Seja um cão, um gato ou um papagaio (animais que interagem conosco de maneira mais direta), ou um peixe, uma tartaruga, os animais acabam criando um vínculo conosco por suas particularidades. Um animal é capaz de trazer tanta felicidade para um lar, que sua perda é sentida como se fosse um membro da família.


É com muita saudade que lembraremos de você, Micha. Muito obrigado por tudo que você trouxe para nós, mas é assim... O ciclo sem fim que é a vida, segue, mais uma vez, e só nos restam as lembranças boas. Obrigado, querida.

2 de junho de 2011

Após Ibama autorizar, Belo Monte recebe Licença de Instalação

  Projeto da Usina Hidrelétrica de Belo Monte

Nessa quarta-feira, dia 01/06/2011, a empresa Norte Energia  recebeu a Licença de Instalação (LI) para construir a usina de Belo Monte, no Pará. A LI foi autorizada pelo IBAMA – Instituto Brasileiro do Meio Ambiente, que confirmou o cumprimento das condicionantes exigidas para a concessão da Licença. A Funai também atestou que a Norte Energia executou as ações socioambientais definidas para essa fase junto às comunidades indígenas da região da Volta Grande do Xingu.
 
 
Rio Xingu, onde a Usina será construída.

A empresa responsável pela construção, a Norte Energia S.A, diz que promoverá entre os dias 6 e 9 de junho, com a coordenação do Instituto Chico Mendes de Conservação e Biodiversidade (ICMBio), em Belém (PA), uma oficina de planejamento para o plano de ação para a conservação de 21 espécies da fauna da região do baixo e médio Xingu, área de influência indireta da Usina Hidrelétrica Belo Monte.

Retirado de http://www.blogbelomonte.com.br

“Os povos indígenas, pescadores, ribeirinhos e trabalhadores que vão ser afetados não vão aceitar assim, simplesmente por aceitar, querem de fato pressionar o governo para haver esse diálogo e, se for o caso, de fazer essa moratória ou de parar mesmo Belo Monte", afirma Claudomir Monteiro, do Conselho Indigenista Missionário.

O Ministério Público Federal também reagiu. A Procuradoria da República no Pará criticou a decisão do Ibama. Segundo o MP, pelo menos três condicionantes para a liberação de Belo Monte não foram cumpridas. Os procuradores estudam entrar com a décima primeira ação judicial contra a instalação da usina.
"Em cada fase do processo de licenciamento de Belo Monte foram violados os direitos ambientais, de comunidades indígenas e ribeirinhas na região. E nessa fase do procedimento se constata que, mais uma vez, direitos ambientais foram violados”, argumenta o procurador da República Felício Pontes.

Segundo o Ibama, as 40 condicionantes da fase de construção da usina estão sendo cumpridas pelo consórcio responsável pela obra. Serão investidos R$ 3,2 bilhões para compensar o impacto ambiental e social.

Aqui entra o autor do blog por um instante. Como o dinheiro 'compensará' esses danos tão grandes à natureza e ao povo?  É justamente por colocarem o dinheiro na frente de tudo que as coisas estão como estão. 

“As medidas mitificatórias e compensatórias fazem com que esse impacto deixe de ser um prejuízo e se torne um custo ambiental”, diz Curt Trennepohl, o presidente do Ibama. 

Quer dizer então que um custo ambiental compensaria esse prejuízo?Mais uma vez o interesse financeiro passa por cima da natureza. Uma atitude tão grande como a construção dessa Usina deveria ser repensada e transformada em alguma solução que não trouxesse um impacto tão grande à região. Não, eu não tenho a solução, mas em minha opinião, há muitos profissionais competentes que poderiam ser utilizados em prol dessa solução sustentável.

O representante do Instituo Socioambiental, Marcelo Salazar, criticou a decisão do Ibama. “Tem muita coisa a ser verificada. O Ibama emitiu a licença com base em estudos de relatórios da própria Norte Energia e a partir de uma vistoria de campo de apenas uma semana”.

Informações retiradas do site www.g1.globo.com
Imagens retiradas de www.wikipedia.com