Páginas

E quem disse que a natureza não está presente nas cidades?

O objetivo do UrbAnimals é exatamente esse: Dar uma visão que geralmente passa despercebida por todos diante de tanto trabalho e correria. A vida animal está presente tanto em nossos quintais como em parques e zoológicos.


O tema dos animais urbanos foi escolhido por mim não só pela certa dificuldade em ser estudante e viajar à procura de outros animais, mas também por se tratar de um tema importante, que mostra o quanto o homem já interferiu na vida do planeta, e como a natureza está se adaptando a isso.


Como futuro biólogo, tento aprender e difundir esse conhecimento cada vez mais, para que o homem entenda melhor cada uma dessas belas criaturas e aprenda a viver em harmonia com elas, trazendo assim um mundo melhor para todos, um mundo melhor para a vida.

Surpreenda-se. De cães a elefantes, de peixes a morcegos, o UrbAnimals vai te levar ao mundo de cada um deles.

Um grande abraço, Thom Girotto.

28 de março de 2010

Aquário de São Paulo - parte 3

Aí vai a última sessão de fotos que tirei lá:

Tanque com ciclídeos americanos. O mais popular é o Oscar, peixe conhecido por sua inteligência e relacionamento com o homem. A maioria dos peixes nesse tanque são do gênero Cichlasoma, e é a partir do cruzamento de duas espécies, Cichlasoma citrinellum e Cichlasoma synspilum que se dá origem ao híbrido conhecido como peixe-papagaio ou ciclídeo-papagaio.

Esse é o Júnior, meu falecido peixe-papagaio. É sempre importante lembrar que o nome é também utilizado para se referir ao peixe-papagaio marinho, mas não são o mesmo animal.

Esse é o famoso tucanuçu ou tucano-toco. É uma ave muito conhecida, principalmente pelo seu grande e colorido bico. Ao contrário do que muitos pensam, essa ave também se alimenta de ovos e filhotes de outras aves, além de frutas, insetos e pequenos répteis .

Essa linda ave é o tucano-de-bico-verde. Parente do tucanuçu, também é uma ave que se alimenta de frutos, artrópodes e até mesmo pequenos vertebrados. Pode ser encontrado de florestas litorâneas até regiões mais montanhosas.

O tucano-de-bico-verde é uma espécie endêmica do Brasil. Está se tornando cada vez mais rara por causa da destruição de seu hábitat, as florestas, e por serem caçados pela sua carne.
Vivem em pequenos bandos.

O lobo-marinho é um parente das focas, mas possui orelhas. Ele pode atingir até 2,80m de comprimento e chegar aos 400kg. Este da foto é um adolescente, só tinha 100kg.
Os seus quatro membros se transformaram em barbatanas, o que auxilia o animal na sua vida marinha. O lobo-marinho já foi habitante de algumas praias desertas, mas com o avanço do homem, ele teve de procurar abrigo em outros locais, como grutas com entradas submarinas.


Nenhum comentário:

Postar um comentário